• Rosine Mello

Resfriado? Hatha Yoga melhora os sintomas.

Atualizado: Mar 17

Em tempos de covid-19 se estiver com sintomas de resfriado o melhor é ficar em casa, mas para a sorte de muitos o hatha yoga tem asanas que ajudam a melhorar os sintomas que geralmente são cansaço, nariz entupido e escorrendo, espirros e tosses, enjoos, sinusite, dor de cabeça e no corpo. Gostaria de lembrar que resfriado é baixa imunológica e isso tem tudo à ver com estresse. Disponibilizo aqui alguns desses asanas que aliviam os sintomas e reduzem o estresse, mas antes de começar a fazer leia o artigo, talvez você não possa fazer alguns deles, se for o caso, passe para o seguinte que esteja liberado para você. Esteja de estômago vazio, em caso de gravidez, não faça a série.

Faça a série mesmo sem sintomas, é muito bom para o corpo, mente e alma.


Material para a série:

O rolo pode ser substituído por um edredom bem enrolado, os blocos por livros, você pode utilizar o cinto que usa normalmente.









1 - Uttanasana

Acalma a agitação mental e a ansiedade, fortalece o fígado, o baço e os rins. A flexão vem do quadril, lembre de manter as coxas bem contraídas, o umbigo visita a coluna lombar, os baços relaxados com as mãos apoiadas e deixe o peso da cabeça tracionar a coluna cervical relaxando o pescoço, o peso deve ser transferido para a parte anterior dos pés, deixando os calcanhares leves.

Permaneça de 1 à 5 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar.

2 - Prasarita Padottanasana

Alivia o cansaço, acalma a mente, restaura o equilíbrio do sistema nervoso central. Afaste bem as pernas e mantenha a coxa bem contraídas, o quadril de estar na mesma linha dos calcanhares, o umbigo visita a coluna lombar, o peso deve ser transferido para a parte anterior dos pés, deixando os calcanhares leves. Os punhos na mesma linha dos calcanhares, as mãos espalmadas no chão, os cotovelos flexionados, apontados para trás e para cima. Cabeça apoiada no chão.

Permaneça de 1 à 5 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar.

3 - Adhomuka Svanasana

Esse asana terá uma variação e as duas devem ser feitas.

Melhora aumenta a circulação de sangue para o cérebro e favorece a circulação nos pulões e coração. Calcanhares em direção ao chão, mantenha as pernas bem estendidas, as coxas contraídas, umbigo visita a coluna lombar, a flexão vem do quadril, alonga o abdômen, centro do peito em direção as coxas,ombros distantes das orelhas, braços bem estendidos, mãos espalmadas no chão ou no bloco, palmas empurram o chão ou bloco. Versão com os blocos, relaxar o pescoço. Versão com a manta, entrar com a testa da linha do couro cabeludo e movimentar levemente a cabeça em direção ao nariz.

Permaneça de 1 à 3 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar.


4 - Sirsasana

Equilibra o sistema endócrino, ativa a circulação sanguínea no coração. Permaneça de 3 à 5 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar.


Restrição: Só faça esse asana se ele já fizer parte da sua prática de yoga.

Não faça se tiver problemas no pescoço, pressão alta, glaucoma,enxaqueca, labirintite, refluxo, enxaqueca, dor de cabeça tensional.

Não faça se estiver no período menstrual.







5 - Supta Baddhakonasana

Diminui a ansiedade, a fadiga, equilibra o sistema digestivo.

O quadril encosta no final do bolster e os glúteos estão no chão.

Permaneça de 5 à 10 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar.


6 - Supta Virasana

Previne bloqueios arteriais, incrementa o fluxo de sangue coronário, melhora o funcionamento do sistema digestivo, aumenta a resistência a infecções.

O quadril encosta no final do bolster e os glúteos estão no chão.

Permaneça de 5 à 10 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar.

Restrição: Só faça esse asana se ele já fizer parte da sua prática de yoga. Não faça se você tem angina, artérias bloqueadas parcialmente ou stent. Não faça se tiver problemas nos joelhos.











7 - Setu bandha Sarvangasana

Abre o peito, ajuda a equilibrar as glândulas tireoide e paratireoides.Observe que o apoio da coluna no bolster fica na altura da coluna toráxica, não é na lombar.

Permaneça de 3 à 5 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar. Ao terminar apoie os dois pés no chão, role para o lado direito, saia de cima do bolster, fique um pouco na postura fetal e empurre o chão com as duas mãos para sentar-se.












8 - Viparita Karani

Acalma a mente, equilibra o sistema nervoso, alivia o cansaço, aumenta o fluxo de sangue para a região pélvica.

Permaneça de 5 à 10 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar. Ao terminar role para o lado direito, saia de cima do bolster, fique um pouco na postura fetal e empurre o chão com as duas mãos para sentar-se.

Restrição: Não faça durante o período menstrual.












9 - Ujjayi Pranayama – Estágio I

Deite e coloque uma manta dobrada, três dedos de altura, embaixo da sua cabeça e pescoço, o restante do corpo deve estar totalmente apoiado, solto e tranquilo no chão. Estenda os braços  ao longo do corpo e coloque as palmas das mãos voltadas para o teto. Feche seus olhos fechados e relaxe o rosto. Durante todo o processo do pranayama você deve observar e sentir o fluxo da respiração de forma consciente. Respire normalmente durante alguns minutos. Aos poucos,  assegure-se que os dois pulmões estão se enchendo de maneira uniforme. Sinta o peito expandir-se harmoniosamente para cima e para fora. Expire com calma, esvaziando os dois pulmões. Continue assim por dez minutos mantendo os olhos fechados. Ao terminar role para o lado direito, fique um pouco na postura fetal e empurre o chão com as duas mãos para sentar-se.












10 - Savasana

Deite-se de costas, coloque a manta quadrada embaixo da sua cabeça e pescoço. Solte o peso do corpo para o chão e vá relaxando cada músculo, começando pelas extremidades e, por último, o seu rosto. Permaneça de 10 à 15 min. sempre respirando pelo nariz, inspira naturalmente, expire bem devagar. Ao terminar, role lentamente para o lado direito, fique um pouquinho na postura fetal, e depois empurre o chão com as duas mãos e sente-se.












Namastê

49 visualizações
 

Rio de Janeiro - Brasil

Cel: (21)996959360

©2020 por Rosine Mello - Yoga. Criado com Wix.com